Páginas

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

PARA QUÊ?


http://1.bp.blogspot.com/-NmMKXC8KgXc/TmeAoOhU9vI/AAAAAAAAAMA/ZeQxuv18G_4/s1600/por+que.jpg
Daria Gláucia Yaz de Andrade
Para que desejar os sonhos que morreram E aquele antigo amor que nunca há de voltar? Para que desejar as ilusões que foram Silenciosamente, PARA QUE DESEJAR?
Para que lamentar, amigo, a primavera
De risos e sons que nunca há de retornar?
Para que lamentar os rigores do inverno
E as nevadas da vida... PARA QUE LAMENTAR?
Para que suspirar por amigos que partem Para longe de nós.. . e a dor de separar? Para que suspirar, se os amigos não vêem A nossa solidão? PARA QUE SUSPIRAR?
Para que prantear os mortos bem amados,
E as vozes, doces vozes, que nunca hão de voltar
À magia do riso e à magia do canto...
Este silêncio eterno... PARA QUE PRANTEAR?
Para um sonho que murcha, mil sonhos reverdecem, E nas cinzas do amor outro há de reflorir. As ilusões que vão, elas também retornam Silenciosamente, como as vimos partir.
A primavera volta e o sol e a claridade, Seja um dia ou outro dia, hão sempre de brilhar; A invernia se vai... e os rigores do inverno A presença do sol não podem perturbar!
Há amigos que partem, e há amigos que ficam, Cheios de amor profundo e de consolação; Vivem perto de nós, mister os descubramos, Para encher-se de sons a nossa solidão.
E, para que chorar os entes que morreram, Se em nosso coração eles podem morar, Se a Saudade bem quer repetir suas vozes, E eles podem viver dentro do nosso olhar?
E paira, além de tudo, esta grande certeza:
O meu PAI tudo vê, o meu PAI sabe amar. . .
Se o Pai cuida de nós e o seu amor é eterno
E a nossa vida breve. ..                          
PARA QUE CHORAR?

Rosalee M. Appleby-FLORILÉGIO CRISTÃO

Um comentário:

  1. Olá,
    Gostaria de convidar a acessar meu blog http://omeualvo.blogspot.com.br/

    Que Deus abençoe

    ResponderExcluir